Anticoncepcional que Não Engorda – Quais são?

Anticoncepcional que não engorda 

Nos tempos das nossas avós e bisavós não existia uma preocupação tão eminente no controle de natalidade, a prova disso é que elas tinham muitos filhos, algumas vezes ultrapassando 10 por família. Nos tempos atuais, isso raramente acontece, pois, a mulher mudou e hoje ela é uma figura participativa no mercado de trabalho. Em busca estética, muitas mulheres procuram um tipo de anticoncepcional que não engorda.

Os métodos contraceptivos ganharam uma nova roupagem, as indústrias se aperfeiçoaram e criaram uma infinidade de pílulas, adesivos, implantes, DIU e injeção anticoncepcional à base de hormônios.

Com toda essa modernização, a preocupação das mulheres atualmente é com os efeitos colaterais e principalmente a busca pelo anticoncepcional que não engorda. Se você quer saber mais sobre isso, continue lendo esse artigo e veja os resultados de nossas pesquisas.

Anticoncepcional que não engorda – Composição do medicamento que você ingere

Em um mundo com tantas opções de métodos contraceptivos orais as mulheres ficam com muita dúvida em qual escolher. Primeiramente é necessário entender a composição das pílulas anticoncepcionais e de outros métodos à base de hormônios, principalmente a que você está ingerindo ou pretende fazer uso. Veja quais tipos existem:

As pílulas contraceptivas orais são dividas entre PÍLULA COMBINADA e PÍLULA SIMPLES.

Pílula Combinada

Usa em sua formulação duas substâncias (progesterona e o estrogênio), geralmente, elas aparecem como etinilestradiol e estradiol. Além de evitar a gravidez, elas também oferecem benefícios como regularizar o fluxo menstrual e reduzir os sintomas típicos da TPM (mal-estar e cólicas).

Ainda existem as que possuem efeitos antiandrogênicos contra crescimento de pelos, acnes, oleosidade nos cabelos (Gestodeno, desogestrel, acetato de ciproterona, drospirenona, clormadinona, dienogest).

Pílula Simples

Só tem um hormônio em sua composição, a progesterona, conhecida por gerar menos efeitos colaterais no organismo.

Mas, para evitar a gravidez, o mercado oferece outros tipos de anticoncepcionais como:

Anel vaginal que também possui estrogênio e progesterona que entram na circulação sanguínea mediante os vasos da vagina.

Implantes subcutâneos produzidos para seres inseridos entre o bíceps e tríceps, esse método libera o etonogestrel em pequenas doses para evitar a gravidez por 3 anos.

DIU –  não possui hormônios, ele é feito de cobre e pode ficar 10 anos no corpo da mulher.

DIU Hormonal – SIU – É um dispositivo que possui a progesterona e liberar o hormônio lentamente no organismo da mulher por 5 anos.

Adesivo transdêmico – Utiliza os mesmos hormônios das pílulas, com a vantagem de troca semanal. O adesivo pode ser aplicado nas costas, braços e nádegas, a região deve estar limpa e seca.

Com essas explicações, tenho certeza que ficou mais claro como são formados os métodos contraceptivos, a partir daí, é possível entender o seu funcionamento no organismo.

Existe um anticoncepcional que não engorda?

Depois de entender como funciona os métodos contraceptivos hormonais, é preciso pesquisar a fundo o que se encaixa no seu organismo. Se você está buscando um anticoncepcional que não engorda já deve ter se deparado com mulheres que não mudaram o seu peso, mesmo utilizando pílulas ou outras formas de prevenção hormonal.

Essa polêmica se formou diante de muitos relatos de usuárias que afirmam o ganho de peso durante um período específico, mas, a ciência não está de mãos cruzadas enquanto essas reclamações só aumentam, por isso, algumas instituições já realizam estudos que abrangem essa situação.

 

Anticoncepcional que não engorda

 

Pesquisa

Foi o que fez o Hebrew-University Hadassah Medical School localizado em Israel, diante de tantas menções sobre o assunto os profissionais ginecologistas resolverem realizar uma pesquisa envolvendo grupos de mulheres.

Para começar, dividiu-se as mulheres em dois grupos, uma delas ingeriu por 6 meses uma formulação muito usada no mercado presente nas pílulas Diane, Yasmin e Selene, o outro grupo não ingeriu nenhum medicamento a base de hormônio.

Depois do período de 6 meses estipulado pela pesquisa, foram percebidas que algumas mulheres que fizeram ingestão das pílulas ganharam aproximados meio quilo nesse período. É preciso ponderar que cerca de 20% desse grupo que ingeriram a pílula perderam meio quilo de peso.

Enquanto que o grupo que não consumiu nenhum hormônio também teve casos de aumento de peso e perda de peso.

Notou-se que existem diversos fatores que fazem as mulheres alterarem o peso, principalmente quando se fala de períodos mensais e anuais, as modificações podem estar no metabolismo, ansiedade, mudança de estilo de vida, idade, entre outros fatores, ou seja, não existe evidência científica que afirmem que os anticoncepcionais engordem.

A insana busca por um anticoncepcional que não engorda, pode tirar o foco do que realmente deve ser analisado antes de ingerir medicamentos a base de hormônios, como questões de saúde, reações adversas e contraindicações.

Qual é o melhor anticoncepcional que não engorda?

O importante não é apenas saber qual é o anticoncepcional que não engorda, mas ter ciência da composição dos métodos contraceptivos e quais são os mais adequados para o organismo de cada pessoa.

A teoria que uma marca de anticoncepcional pode engordar mais do que as outras pode ser mera enganação. Geralmente, as marcas utilizam as mesmas composições de hormônios, por isso, é importante que a mulher saiba o que está ingerindo.

Já foram feitos inúmeros estudos que não embasam a informação que anticoncepcional engorda, o que pode-se afirmar é que antigamente as pílulas levavam 10 vezes mais progesterona que as de hoje, o causava muitos efeitos colaterais nas mulheres, mas agora, as quantidades são mais dosadas.

O corpo da mulher

As mulheres ainda buscam anticoncepcional que não engorda devido o histórico das pílulas, mas se analisar ao redor do mundo, duas em cada três mulheres utilizam métodos hormonais e a maioria não sofre alteração corporal.

É claro, que existe a retenção de líquidos e alterações de humor que podem interferir no inchaço e no comportamento da mulher diante da comida, mas isso, é uma reação inicial que pode ser contornada com o passar do tempo de uso, a pílula por si só, não é capaz de aumentar o peso, pois ela não possui calorias.

A predisposição do organismo de cada mulher, metabolismo e estilo de vida são outros fatores que precisam ser analisados, isso só pode ser feito por um médico ginecologista que vai avaliar a saúde da paciente em todos os ângulos antes de indicar o método adequado. Infelizmente o que acontece, é que muitas preferem se automedicar e utilizam o anticoncepcional que a amiga, vizinha ou parente diz que é bom.

Se você está procurando um anticoncepcional que não engorda, o melhor caminho é ingerir o medicamento certo para o seu organismo. Procure orientação médica, se informe sobre todos os métodos contraceptivos existentes e veja qual melhor se encaixa para o seu estilo de vida e condições de saúde.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


dois × 3 =