Camisinha Feminina – Vantagens, Desvantagens e Como Usar

camisinha feminina

Pouco se houve falar da camisinha feminina, o fato é que ela é mais uma opção para prevenir a gravidez disponível no mercado. Inclusive o Ministério da Saúde já começou a distribuição gratuita desse método contraceptivo no sistema único de saúde (SUS).

A camisinha feminina é desenvolvida em borracha ou poliuretano, com dois anéis flexíveis, em formato de bolsa e com textura extremamente fina e macia. Nesse artigo, você vai conhecer as vantagens e desvantagens desse método, assim como forma de utilização. Continue lendo…

Qual é a eficácia da camisinha feminina

Não existe nenhum método contraceptivo 100%, no caso da camisinha feminina vai depender do modo correto de utilização, por isso a taxa de falha pode variar de 2% a 20% ao ano.

Camisinha feminina – Vantagens e desvantagens

Com tantas possibilidades a mulher pode se prevenir sozinha da gravidez, desse modo, ela exerce o controle da natalidade. Como todo e qualquer método, a camisinha feminina também oferece vantagens e desvantagens, vamos ver a seguir:

Vantagens

  • É uma forma de contracepção não hormonal, por isso é indicada para mulheres que possuem alguma intolerância a hormônios e para quem não quer correr os riscos proporcionados pelas substâncias sintéticas;
  • A camisinha feminina não apresenta nenhuma contraindicação;
  • Pode-se dizer que a principal vantagem desse método contraceptivo é o poder de proteção DUPLO, ou seja, previne a gravidez e as doenças sexualmente transmissíveis;
  • A textura da camisinha feminina é mais fina do que a camisinha masculina, desse modo, proporciona mais sensibilidade no ato sexual;
  • Pode se ser agregado o uso de todos os tipos de lubrificantes, especialmente à base de água;
  • A camisinha feminina possui o uso flexível, já que pode ser inserida na vagina da mulher com um espaço de até 8 horas antes da relação sexual;
  • É muito fácil de colocar, pode ser comparado a utilização de um absorvente interno;
  • A camisinha feminina é indicada no período menstrual, pois favorece relações seguras mesmo nessa fase do mês;
  • Não tem perigo de estourar;
  • Cobre bastante a área genital, inclusive mais do que a camisinha masculina. Desse modo, são diminuídas as chances de pegar herpes e verrugas;
  • Não precisa de receita médica e pode ser encontrado na unidade pública de saúde totalmente gratuita;
  • Algumas mulheres dizem que os anéis da camisinha estimulam o clitóris e aumentam a sensação de prazer;
  • A mulher pode decidir o uso sozinha, sem o impasse entre o casal no ato sexual.

Desvantagens

  • Não pode ser utilizada sem lubrificante, portanto, use um bom produto para não fazer muito barulho e também não correr o risco de deslocamento;
  • Se não for colocada corretamente, os riscos de gravidez aumentam, por isso, é bom checar se está bem posicionada;
  • O preço é mais caro do que a camisinha masculina, quando há necessidade de comprar;
  • Como o grande anel fica do lado de fora da vagina, é um pouco antiestético;
  • O método ainda não é muito utilizado porque a mulher não fica a vontade devido a aparência do preservativo, além disso, os ruídos podem ser desagradáveis;
  • Dificuldade para introduzir o pênis na abertura da camisinha, exige o contato manual para segurar a entrada para que o preservativo não desloque, isso pode dificultar algumas posições sexuais.

 

Alguns relatos de usuários afirmam que a lubrificação natural da vagina da mulher não é sentida, diferente da utilização da camisinha masculina que pode ser percebida com o deslizamento do pênis no órgão genital feminino.

Como usar a camisinha feminina

Para colocar a camisinha feminina a mulher pode ficar sentada, agachada, em pé com a perna levantada ou deitada. Veja como proceder:

1º Passo – Remova a camisinha feminina da embalagem, tenha cuidado para não furar o preservativo antes de utilizar;

2º Passo- Verifique a integridade da mesma, veja se está tudo certo, segure a argola menor com o polegar e o indicador;

3º Passo – Aperte bem a argola e coloque na vagina com o dedo indicador;

4º Passo – Empurre com o dedo indicador;

5º Passo – A argola maior fica para fora da vagina;

Assim que a relação sexual terminar, a camisinha feminina deve ser removida e descartada. Para fazer isso, basta apertar o anel que está do lado de fora. Torça a parte externa da bolsa para assegurar a retirada de todo esperma que está do lado interno do preservativo. Puxe cautelosamente a camisinha para fora.

 

como-usar-a-camisinha-feminina

 

Cuidados na utilização da camisinha feminina

O maior índice de falha do preservativo é devido ao uso incorreto, portanto, é preciso ficar atento as normas indicadas na embalagem do produto. No caso da camisinha feminina tenha cuidado com objetos pontiagudos (facas, tesouras e os dentes) na hora em que for abrir a embalagem, muitas pessoas estragam o preservativo dessa forma.

O preservativo deve ser colocado antes da relação sexual e não durante, é importante verificar se o produto está intacto e em boas condições de uso. Além disso, o uso do lubrificante é essencial para garantir um ato mais prazeroso e sem o risco de rompimentos.

A camisinha feminina não pode ser utilizada juntamente com a camisinha masculina, o casal deve escolher somente uma das formas de prevenção em cada ato sexual. Armazene o preservativo em condições adequadas, lugar seco, arejado e livre de contaminações.

A camisinha feminina é mais um método que pode ser testado pelos casais. É importante escolher uma forma de contracepção segura e saudável para ambos. Antes de utilizar, leia bastante o modo correto de utilização.

Não custa tentar, não é verdade?

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


19 − 1 =