Anticoncepcional Diclin – Preço, Como Tomar e Colaterais – Bula

Diclin

O Diclin é um método contraceptivo oral monofásico, ou seja, as pílulas são chamadas assim, porque possuem a mesma dosagem de hormônios para todos os dias da cartela. A  pílula faz parte do grupo dos contraceptivos  mais conhecidos e utilizadas entre as mulheres.

Nesse artigo, vamos falar tudo sobre o anticoncepcional Diclin, sua composição, modo usar, efeitos colaterais, contra – indicações, benefícios e outras particularidades desse método contraceptivo.

Para que serve o anticoncepcional Diclin

O anticoncepcional Diclin é utilizado para o tratamento de doenças relacionadas aos hormônios andrógenos  como oleosidade da pele e do couro cabeludo, acnes, seborréias, SOP ( Síndrome de Ovários Policísticos), entre outros.

No entanto, o Diclin se tornou mais conhecido pelos seus efeitos contraceptivos , apesar dessa funcionalidade, os médicos não recomendam que esse medicamento seja utilizado somente para esse fim, mas associado ao tratamento de condições citadas acima.

 

Composição

 O Diclin é composto por etinilestradiol 0,035mg e o acetato de ciproterona 2mg. Ainda há outros componentes como amido de milho, dióxido de titânio, estearato de magnésio, hipromelose, lactose, polietilenoglicol, polissorbato 80, polividona, silicone antiespumante e talco.

A cartela do anticoncepcional Diclin contém 21 comprimidos revestidos.

 

Como usar e tomar o anticoncepcional o Diclin

Caso seja a sua primeira vez tomando o  Diclin, deve ser iniciado no primeiro dia da menstruação, cada cartela do medicamento possui 21 drágeas que deve ser ingerido diariamente ( uma a uma) de preferência, sempre no mesmo horário até a finalização do ciclo de 21 dias, depois disso, é preciso pausar por 7 dias.

Nesse período de pausa vai ocorrer o sangramento, geralmente lá pelo 2º ou 3º dia. No 8º dia, uma nova cartela do anticoncepcional Diclin deve ser iniciada mesmo se a menstruação ainda estiver acontecendo.

É muito importante obedecer os horários e não esquecer de tomar o Diclin, pois seus efeitos contraceptivos podem ser diminuídos. Em caso de esquecimento inferior a 12 horas, tome a pílula  assim que lembrar e continue as outras no horário habitual.

Caso, o esquecimento ultrapasse as 12 horas, é preciso continuar tomando, porém, é recomendado utilizar um método de proteção aliado como o preservativo nos próximos 7 dias.

Quanto mais ocorrer esquecimentos, menos o anticoncepcional Diclin vai ser eficaz. Então, apele por um despertador, agenda ou outra forma de lembrete. Além disso, as pílulas modernas possuem menor concentração de hormônios, pois o objetivo é justamente aproximar esses medicamentos do natural, diante disso, seu efeito não é muito prolongado, e precisa ser tomado com rigorosidade de horários.

 

Efeitos colaterais do Diclin

 O uso do anticoncepcional Diclin podem incidir alguns efeitos colaterais, porém, os mais freqüentes relatados por usuárias são:

  • Dores de cabeça
  • Náuseas
  • Distúrbios gastro – intestinais
  • Sensibilidade nas mamas
  • Perda ou ganho de peso
  • Alteração de humor
  • Escapes durante a utilização
  • Intolerância ao uso de lentes de contato
  • Diminuição no desejo sexual

 

Contraindicações

O anticoncepcional Diclin não pode ser utilizado mediante algumas condições de saúde, é justamente por isso, que as mulheres devem buscar orientação médica para fazer uma avaliação da saúde antes de fazer uso desse medicamento. Confira as contra – indicações:

  • Mulheres com diabetes e alterações vasculares
  • Mulheres com problemas no fígado ( tumores hepáticos atuais ou já tratados)
  • Mulheres com síndrome de Dubin Johnsin e de Rotor
  • Mulheres com histórico de trombose ou AVC
  • Mulheres com suspeita de gravidez ou no período de amamentação
  • Mulheres com histórico de icterícia idiopática gravídica, infarto ou anemia falciforme
  • Mulheres com câncer de mama ou câncer de endométrio ( tratados ou atuais)
  • Mulheres fumantes e obesas
  • Mulheres com alterações no metabolismo lipídico
  • Mulheres alérgicas aos componentes da fórmula.

 

Diclin possui interações medicamentosas, conheça:

Antibióticos (ampicilina, penicilinas e tetraciclina), barbitúricos, griseofulvina, rifampicina, rifabutina, ritonavir,  fenilbutazona, dexametasona, fenitoína topiramato, alguns inibidores da protease, modafinil.

Para saber todos os detalhes das contra- indicações do anticoncepcional Diclin leia a bula.

 

Benefícios do anticoncepcional Diclin

 O anticoncepcional Diclin previne a gravidez, além disso, fornece outras vantagens para as mulheres que possuem problemas na produção de andrógenos. Conforme alguns relatos das usuárias do Diclin, o método contraceptivo cumpre muito bem o seu papel na regularização do ciclo menstrual e no combate as acnes.

Outras usuárias inclusive, afirmam que não sentem dores de cabeça, a pele e os cabelos ficaram muito mais brilhosos e fortalecidos com o uso do Diclin.

O anticoncepcional Diclin faz parte da lista das pílulas modernas que ajudam as mulheres ficarem tranqüilas com relação a gravidez e a tratar problemas de pele, cabelo e excesso de pelos.  Além de outras condições como a Síndrome dos Ovários Policísticos.

 

Anticoncepcional Diclin engorda ou emagrece?

Nesse contexto, existem variações de opiniões, pois em alguns casos relatados com o uso do anticoncepcional Diclin as mulheres sofreram alterações no peso corporal ( umas engordaram outras emagreceram. No entanto, uma porcentagem de mulheres não notaram nenhuma mudança no peso.

Diante disso, alguns profissionais da saúde afirmam que o aumento de peso pode ocorrer caso a mulher tenha alguma predisposição a retenção de líquidos ou sofrerem de algum distúrbio de ansiedade no período menstrual que faça com que ingiram mais alimentos.

Deve ser levado em conta também os fatores pessoais de cada mulher como hábitos de vida e o metabolismo. Caso houver mudanças drásticas no peso, seja para mais ou para menos, é importante consultar um médico para analisar essa questão.

Anticoncepcional Diclin causa acne?

Geralmente, o Diclin ajuda a controlar a acne, devido seu componente etinilestradiol ( endógeno), no entanto, cada organismo reage ao medicamento de uma forma.

Existem diversos relatos que os problemas com acne foram resolvidos com o uso do Diclin, porém, em outros casos não obtiveram tanto sucesso, é claro que vai depender do estágio. Diante disso, é melhor consultar um médico para fazer uma análise detalhada e obter a indicação de um tratamento mais eficiente para cada caso em específico.

Preço médio

O preço médio do Diclin 2mg + 0.035mg 21 comprimidos varia em torno de 15 reais.

Bula

O fabricante do anticoncepcional Diclin é a Merck. Para saber mais sobre a bula clique aqui.

 

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


quatro × 3 =