Engravidar Depois da Laqueadura – É possível? Riscos e Sintomas

engravidar-depois-da-laqueadura

Laqueadura é um procedimento de esterilização no sistema reprodutor feito de forma voluntária na mulher que não quer engravidar mais. Esse método é considerado muito eficaz e para realizá-lo existem inúmeras técnicas diferentes.

É possível engravidar depois da laqueadura?

Essa é a dúvida da maioria das mulheres que já fizeram esse procedimento. Por isso, nesse artigo, vamos trazer informações sobre os tipos de laqueadura, riscos de falhas, se é possível Engravidar Depois da Laqueadura. Continue lendo.

Tipos de laqueadura

Em todo mundo existem muitas técnicas para realizar o procedimento de laqueadura, entre as mais utilizadas geralmente são a laqueadura tubária ( conhecida como ligadura das trompas), que podem ser feitas através da videolaparoscopia e a minilaparotomia.

–  A videolaparoscopia é feita através da colocação de uma câmera de vídeo dentro do abdômen da mulher, é um método menos invasivo, são feitas pequenas incisões de até 1,2 centímetros para que o médico cirurgião possa trabalhar com a câmera. Outra vantagem desse método é a recuperação mais rápida.

– Na minilaparoscopia é realizado um corte pequeno logo acima da púbis, nesse caso é mais invasivo.

Nos últimos anos uma nova técnica de laqueadura tubária surgiu, é a chamada histeroscópica via vaginal. Ela tem ganhado bastante atenção devido ao fácil e rápido procedimento, pois não precisa de cortes e não exige internação.

Nesse caso, a laqueadura é feita através da cavidade uterina, os médicos colocam duas molas feitas com titânio nas trompas do Falópio para impedir a fecundação. Esse procedimento dura em torno de 15 minutos  a maioria das mulheres que fizeram não sentiram muitas dores e efeitos colaterais. Saber os procedimentos e métodos são de extrema importância para não Engravidar Depois da Laqueadura.

Riscos de Engravidar Depois da Laqueadura e efeitos colaterais 

Como todo procedimento cirúrgico há riscos. Nesse caso são de hemorragia, infecções, alergia anestésica, paradas cardíacas e perfuração do intestino. Após o procedimento, pode haver alguns efeitos colaterais que são: Alterações do ciclo menstrual ( intensidade e frequência), aumento de cólicas menstruais, problemas no funcionamento dos ovários, riscos de gravidez ectópica.

Em casos raros, pode haver problema no útero após uma década do procedimento de laqueadura havendo a necessidade de retirar o órgão.

Laqueadura pode ser reversível?

Em alguns casos a laqueadura pode ser revertida, mas vai depender de qual técnica foi utilizada ou se houve alguma lesão nas tubas uterinas.

Na técnica histeroscópica via vaginal a reversão é impossível. Por isso, as mulheres devem pensar muito bem antes de realizar esse procedimento. Em uma grande porcentagem das laqueadas existe o arrependimento de ter feito a cirurgia e o desejo de reverter.

Fiz laqueadura, mas quero engravidar. O que devo fazer?

Não são em todas as mulheres que é possível reverter o procedimento, antes do diagnóstico, os médicos solicitam todos os exames para avaliar a possibilidade mediante as condições das tubas.

Para reverter a laqueadura  é realizada uma anastomose, uma religação e sutura da tuba que foi cortada, infelizmente, há riscos de não haver sucesso no procedimento.

engravidar-depois-da-laqueadura-e-possivel

Laqueadura pode falhar? É possível engravidar depois da laqueadura?

É uma possibilidade muito rara mas, não é impossível. Pode -se dizer que a cada mil mulheres laqueadas, uma engravida, ou seja, é possível engravidar depois da laqueadura.

Mas, por que isso acontece? A trompa, mesmo cortada pode passar por um processo de recanalização, mas foram notados que a maioria das mulheres que tiveram o procedimento revertido naturalmente fizeram a laqueadura antes de 30 anos de idade e a falha ocorreu depois dos 10 anos seguintes.

Embora, a situação seja rara, são encontrados muitos casos que provam essa possibilidade, por isso, existe um exame que é possível detectar se as trompas se recanalizaram após a laqueadura ( raio X contratado do útero e das trompas).

Gravidez após laqueadura – Sintomas

Quando a mulher faz a laqueadura pode haver alterações no fluxo menstrual. Na realidade, esse problema não tem uma causa confirmada, mas diante das queixas de uma grande porcentagem de mulheres laqueadas a suspeita é que pode haver falha no fornecimento de sangue no ovário, torções ovarianas ou fase lútea insuficiente.

Embora a gravidez em mulheres laqueadas sejam muito raras, é possível engravidar depois da laqueadura e o primeiro sintoma sentido é o atraso menstrual. No entanto, como dito acima, a menstruação desregulada por ser apenas reações do procedimento, nem sempre indicam gravidez.

Se a mulher laqueada tiver um atraso menstrual de 15 dias, é importante buscar ajuda médica, pois há chances de gravidez.

Saber essas informações é muito importante para não Engravidar Depois da Laqueadura.

Quem pode fazer a laqueadura?

Não são todas as mulheres que podem fazer a laqueadura, principalmente quando o procedimento é realizado pelo SUS ( Sistema Único de Saúde). Isso porque a porcentagem de arrependimento é muito grande e em muitos casos pode ser irreversível. Tanto que o SUS não oferece gratuitamente o processo de reversão de laqueadas, por isso, além de seguir a lei, é preciso ter a absoluta certeza que realmente é isso que a mulher almeja.

É muito importante o saber os melhores locais que fazem o procedimento para dificultar Engravidar Depois da Laqueadura.

O que diz a lei 9.263/96 ?

A lei citada acima é muito clara, mostra qual é o grupo de mulheres que possuem indicação para fazer a laqueadura. Clínicas particulares também tem adotado alguns procedimentos para garantir que a mulher esteja segura disso. Confira:

  • Se a mulher tiver 25 anos de idade com filhos e com capacidade civil plena já pode realizar a laqueadura;
  • Se a mulher tem 18 anos e já tem dois filhos, também já pode fazer a laqueadura;
  • É preciso o consentimento do casal ( vigência de sociedade conjugal) se a mulher for casada;
  • Consentimento esclarecido obrigatório onde são explicados todos os procedimentos feitos pelo médico;
  • Existe um intervalo de 60 dias entre a decisão e a cirurgia, isso para a mulher conhecer todas as informações do procedimento e decidir se realmente é isso que ela quer;

Se você quer fazer o procedimento, obtenha o máximo de informações necessárias sobre Engravidar Depois da Laqueadura antes de realizar o processo.

Gostou do nosso artigo sobre Engravidar Depois da Laqueadura? Compartilhe!

Imagens-     estudantedeenfermagemju.blogspot.com.br             virgulistas.com

Outros Assuntos: