Engravidar Tomando Anticoncepcional – É Possível?

É Possível Engravidar Tomando Anticoncepcional

A grande dúvida das mulheres é se é possível engravidar mesmo tomando anticoncepcional. Por isso, resolvemos reunir algumas informações importantes sobre esse assunto nesse artigo. Continue lendo.

As pílulas anticoncepcionais têm quase 60 anos de existência e é um dos métodos mais utilizados para evitar a gravidez no mundo inteiro. A preferência das mulheres é dada por diversas razões, inclusive o alto grau de eficácia que gira em torno de 99%, além de não interferir no contato íntimo. Algumas mulheres utilizam os anticoncepcionais para regularizar o ciclo menstrual e minimizar os sintomas da TPM.

Como funciona o anticoncepcional no organismo feminino

Todos os meses a mulher tem um ciclo menstrual, onde o corpo se prepara para ovular e receber o espermatozoide. Desde a primeira menstruação até os 30 anos a mulher tem seus ovários bastante ativos, ou seja, ovula mais e tem mais chances de engravidar.

Quando a mulher ingere anticoncepcional, os ovários começam a reduzir o ritmo. Além disso, as pílulas podem agir de diferentes formas no organismo, que são:

  • Os hormônios podem mudar a camada que reveste o útero para impedir a nidação do óvulo;
  • Suspende a ovulação, impedindo que haja fecundação;
  • Altera o muco cervical dificultando que o espermatozóide chegue ao óvulo;
  • Age através da movimentação do óvulo nas trompas.

A pílula anticoncepcional é realmente muito eficaz para evitar a gravidez, mas ela não é um método 100%, há chances de engravidar mesmo tomando anticoncepcional, principalmente se a mulher não tiver os devidos cuidados. Saiba quais são:

Como é possível engravidar tomando anticoncepcional?

Muitas mulheres ficam surpresas quando se deparam com uma gravidez mesmo tomando anticoncepcional. Isso porque imaginam que os 99% de eficácia podem anular os 1% de chances de falha.

No entanto, não é assim que funcionam os cálculos. Esses dados fornecidos na bula são projetados levando em conta que a mulher vai ingerir de modo correto, pois existem diversas ações que podem aumentar ainda mais essa porcentagem de falha. Confira:

1- Erros e esquecimento ao tomar a pílula

Os dados progressivos de mulheres que engravidaram tomando pílula anticoncepcional moveram alguns estudos médicos. Foram constatados que 47% das mulheres esquecem um comprimido por ciclo e 22% esquecem mais do que um.

Quando isso acontece é possível que a mulher ovule e com isso gere uma gravidez. É claro, que nem todas engravidam, mas, a falta de cuidado pode aumentar a probabilidade.

Esse erro é muito comum, mas ainda assim, há oportunidades de remediar, as informações estão na bula e ditam como a mulher deve agir nesses casos. No entanto, o que ocorre é que 50% das mulheres não leem essas informações fazendo com que aumentem os índices de falhas do anticoncepcional.

Esquecer e ingerir em horários diferentes todos os dias pode interferir na eficácia da pílula, por isso, é importante que a mulher crie uma rotina de ingestão do medicamento para que ele cumpra o seu papel anticoncepcional.

2- Vômitos e diarreias podem diminuir a eficácia da pílula

É possível engravidar tomando anticoncepcional se a mulher tiver problemas gastrointestinais como vômitos e diarréias até 4 horas após a ingestão da pílula. Isso acontece porque nesse período o organismo não teve tempo de absorver as substâncias do medicamento.

Cada pílula traz o procedimento a ser feito na bula. Mas, no geral, é preciso ingerir outra pílula (pegue de uma nova cartela) para garantir o efeito. Caso, os episódios de diarréia e vômitos persistirem ao longo do dia, é indicado aliar um método de barreira por 7 dias e procurar ajuda médica.

3- Uso de certos medicamentos interagem com a pílula e cortam sua eficácia

Antibióticos, anticonvulsivantes, antidepressivos e até produtos naturais a base da Erva de São João podem prejudicar a eficácia do anticoncepcional e aumentar as chances de gravidez.

A bula de cada pílula traz informações detalhadas sobre as interações medicamentosas, por isso, é importante ler com atenção. Na dúvida, ligue na central de atendimento do laboratório do seu anticoncepcional ou fale com seu médico.

 

É Possível Engravidar Tomando Anticoncepcional

 

Engravidar tomando anticoncepcional prejudica o bebe?

A mulher deve ficar atenta ao seu organismo, se ao terminar a cartela da pílula e não ocorrer o sangramento por privação hormonal é importante fazer o teste de gravidez e suspender o anticoncepcional.

Não há riscos para o bebe nesse primeiro momento, mas assim que confirmar a gravidez, a mulher deve parar de tomar pílula anticoncepcional imediatamente, pois se continuar ingerindo por muito tempo aumentam as chances de problemas na formação dos órgãos sexuais do bebe.

O que fazer para evitar engravidar tomando anticoncepcional?

Diante dessas informações, é possível avaliar que ingerir a pílula não é uma garantia de 100% de eficácia, a mulher precisa fazer a sua parte para que esses 99% de proteção sejam atendidas. Confira:

  • Leve a sério a ingestão do anticoncepcional, antes de fazer a escolha, procure um ginecologista, não tome a pílula que uma amiga indicou, pode não ser bom para a sua saúde;
  • Conheça todos os efeitos colaterais e contraindicações da pílula;
  • Leia sempre a bula, antes de ingerir, tenha certeza de como proceder;
  • Crie uma forma de lembrete do medicamento, é necessário que a pílula seja ingerida sempre no mesmo horário;
  • Se esquecer de alguma pílula no ciclo, veja o que fazer na bula, siga todas as orientações;
  • Se ficar doente e precisar ingerir algum medicamento, veja se o mesmo interage com a pílula, você pode fazer isso através da bula, da central de atendimento do anticoncepcional e com o médico.

Quando a mulher se propõe a ingerir pílulas contraceptivas, ela está assumindo um compromisso com a sua saúde. Por isso, se informe, leia e questione. É possível engravidar tomando anticoncepcional, mas se tiver os cuidados acima, as chances serão bem reduzidas.

Fontes: 1, 2

 

Outros Assuntos:

[pt_view id="3d29484fdi"]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


18 − 14 =