Gravidez Psicológica – Atrasa a Menstruação, Exame de sangue, Barriga Cresce

Gravidez Psicológica

A gravidez psicológica não é uma frescura, é uma doença psicológica que deve ser tratada. Ela acontece quando a mulher possui todos os sintomas relacionados a uma gestão, no entanto, não existe nenhum feto dentro do útero.

Mexe tanto com o psicológico que o organismo começa a produzir os mesmos sintomas de uma mulher grávida de fato. Nesse artigo, você vai saber quais as causas, sintomas, como tratar, se a barriga cresce, atrasa menstruação e como ficam os exames. Continue lendo.

Quais as causas da gravidez psicológica

Na medicina essa condição é conhecida como pseudociese, não é uma novidade, pois em séculos passados esse problema era muito mais recorrente do que hoje em dia. Especialistas acreditam que antes a mulher tinha um papel muito forte de dona de casa e reprodutora, por isso, era idealizado que todas elas deveriam ter uma família com muitos filhos, senão era considerada inútil.

Apesar de não existir nenhuma causa comprovada, os médicos defendem como um distúrbio psiquiátrico desencadeado pela vontade excessiva de ter filhos que pode seguir de outras situações capazes de despertar a gravidez psicológica, entre eles:

  • Imaginar que o marido vai largá-la porque não teve filhos;
  • Pressão da família para ter filhos;
  • Diversos abortos espontâneos e muitas tentativas de engravidar que não deram certo;
  • Abuso sexual na infância e na adolescência;
  • Problemas de infertilidade em mulheres que sonham em ter filhos
  • Ter um emocional muito fragilizado;
  • Quadros de depressão ou psicóticos;
  • Medo de engravidar.

Sintomas 

As sensações sentidas pela mulher na gravidez psicológica são as mesmas de uma mulher grávida realmente. A maioria apresenta sintomas de náuseas, aumento de volume abdominal, aumento de seios, aumento de peso corporal, produção de leite e até o sentimento das movimentações do bebê que são causas pelas contrações musculares ocasionadas pela ação dos hormônios.

Alguns médicos relatam que algumas mulheres em estágio mais avançado chegam com sintomas de trabalho de parto no hospital, mas esses acontecem em regiões mais remotas, onde não existe um acompanhamento como o pré-natal. O que ocorre com as portadoras desse problema depois das crises que pode durar dias ou meses é que elas não entendem que foi algo produzido pelo organismo, muitas acham que perderam o bebê.

Gravidez psicológica dá positivo no exame de sangue?

É uma situação confusa, mas a o exame de farmácia e de sangue BETA HCG pode dar positivo sim. Pois o organismo comprova que a mulher está realmente grávida, já que o emocional recriou todos os sintomas sentidos por uma gestação normal.

Em algumas mulheres, os sintomas são tão reais que a única coisa que difere a uma gravidez normal de uma psicológica é a ausência do feto dentro do útero.

O único exame capaz de detectar que a gravidez não é real, é o ultrassom.

Gravidez psicológica – A barriga cresce?

A barriga cresce, o motivo está na reação involuntária da mulher em distender o abdômen gerando um aumento da barriga. No entanto, o útero permanece no tamanho normal, já que não há nada dentro dele.

 

Gravidez Psicológica

 

Hoje em dia com os programas de pré-natal, as mulheres vão ao médico logo no início da gestação, por isso, esses casos são descobertos rapidamente, já que é feita a ultrassonografia. Por isso, as alterações físicas são discretas e a mulher e nem os mais próximos conseguem perceber que se trata de uma gravidez psicológica.

No Brasil, já houveram casos de mulheres que passaram por cesariana e quando os médicos fizeram a incisão na barriga puderem perceber que não havia feto dentro do útero. Foram casos isolados, no entanto, reais.

Atrasa a menstruação?

Sim, pode atrasar a menstruação e acompanhar outros sintomas típicos da gravidez. O ciclo menstrual pode ser afetado por problemas hormonais e psicológicos, por isso, nesses casos é comum que a mulher sinta a ausência da menstruação, o que desencadeia logo a suspeita de gravidez.

Quais são os sinais da gravidez psicológica?

Como ela apresenta os mesmos sintomas de uma gravidez real, fica muito difícil fazer a identificação a olho nu. No entanto, a forma mais correta de proceder sempre em que há suspeita de gravidez, é a família acompanhar a mulher no médico para fazer os exames necessários.

Através de exames e o pré-natal, é possível detectar se a gestação é real. Geralmente, as mulheres que possuem a gravidez psicológica se recusam a aceitar, elas querem manter aquela situação por muito tempo, mesmo que os exames clínicos comprovem a ausência do feto dentro do útero.

Como tratar

Os casos de gravidez psicológica atualmente são mais raros, estima-se que 1 mulher em cada 10 mil atualmente passa por essa situação. É um número relativamente baixo, mas alguns profissionais da saúde afirmam que problemas de depressão podem estar associados a esse distúrbio.

O diagnóstico de uma gravidez psicológica pode ser feito por um médico, o mesmo deve encaminhar a paciente para tratamento psiquiátrico ou psicológico.

O tratamento se baseia no uso de medicamentos que fazem a mulher menstruar, a psicoterapia e remédios antidepressivos. Vai depender de cada caso e quais foram os sintomas desenvolvidos.

As sessões com o terapeuta são muito importantes para que a mulher compreenda o que está acontecendo, além disso, o apoio de toda a família é fundamental nesse caso, pois é um problema realmente sério que exige muita compreensão, carinho e ajuda.

 

Fontes: 1, 2

 

Outros Assuntos:

[pt_view id="3d29484fdi"]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


18 + 16 =