Menstruação Desregulada – Causas, tratamentos e chances de engravidar

menstruacao-desregulada

Menstruação regulada é aquele que funciona como um relógio, sempre na mesma época, podendo haver pequenas alterações. Já a menstruação desregulada foge do controle e causam bastante transtorno para a mulher, em alguns casos, há atrasos ou adiantamentos, sangramento intenso e prolongado.

Nesse artigo, o assunto é a menstruação desregulada, como diagnosticar, sintomas, causas e tratamentos.

O que é considerado menstruação desregulada?

O primeiro passo para diagnosticar irregularidades menstruais exige que a mulher conheça o seu ciclo menstrual que pode ser de 21 a 35 dias, geralmente o sangramento pode durar de 5 a 8 dias, o fluxo também é outro dado que deve ser observado, se for intenso ou fraco demais.

É considerada uma menstruação totalmente regulada aquela que acontece entre 28 e 30 dias, obviamente que ciclos que rondam 21 e 35 dias são toleráveis, no entanto, também podem indicar alguma desordem no organismo. Passando desses índices, é quase certo de algo errado está acontecendo e deve ser tratada.

Entretanto, a situação da menstruação desregulada pode ser temporária, pois mesmo em ciclos regulares, pode acontecer algumas falhas que depois voltam a normalidade. Por isso, pode-se dizer que uma menstruação é irregular mediante a algumas informações que serão questionados pelo médico, como:

  • Desde quando o ciclo menstrual começou a mudar;
  • Qual é o espaçamento (de quantos e quantos dias ocorre a menstruação);
  • Quantos dias dura a menstruação;
  • O volume de sangue mudou quando comparado com o habitual?

A menstruação desregulada leva nomes, algumas condições possuem tipos, confira:

  • Metrorragia – Sangramentos fora do período da menstruação;
  • Oligomenorréia – Pouco fluxo de sangue e ocorre em ciclos de 35 dias ou até mais;
  • Menorragia- Aumento de fluxo;
  • Amenorréia – A mulher não menstrua mais de 3 meses;
  • Hipermenorragia – Aumento de fluxo e dura mais dias.

Quais as causas da menstruação desregulada

São muitas os fatores que podem influenciar a irregularidade do ciclo menstrual. Entre os principais estão:

  • Desequilíbrio hormonal;
  • Alterações no peso corporal (perda ou ganho rápido);
  • Problemas alimentares (transtornos como anorexia, bulimia);
  • Atletas que praticam muita atividade física intensa;
  • Uso de drogas ilícitas;
  • Ansiedade e estresse;
  • Problemas na tireoide;
  • SOP (Síndrome dos ovários policísticos);
  • Amamentação;
  • Pólipos no útero e no endométrio;
  • Miomas;
  • Mulheres que usam o DIU (Dispositivo intrauterino);
  • Câncer de colo de útero, endométrio e ovários;
  • Processos inflamatórios;
  • Endometriose;
  • Algumas medicações podem alterar ciclo menstrual;
  • Laqueadura;
  • Troca de pílula contraceptiva.

Algumas mulheres se queixam que a menstruação fica desregulada após parar de tomar a pílula anticoncepcional, na verdade, isso pode acontecer devido a uma nova adaptação do organismo sem o uso de hormônios.

Em geral, pode levar alguns meses para que tudo volte a normalidade, pois os hormônios contidos na pílula interferem no ciclo do ovário e com o tempo de uso o corpo pode passar por um processo de esquecimento, onde ele fica inerte a possibilidade de ovular gerando o que é chamado de amenorréia pós pílula.

 

menstruacao-desregulada

 

Entretanto, essa não é uma situação preocupante, pois o organismo vai voltar ao normal. Pode-se dizer que após a mulher parar de tomar a pílula o corpo demora aproximadamente 5 ciclos para ficar totalmente limpo dos hormônios.

Geralmente, a menstruação volta ao normal dentro de 3 meses, se isso não acontecer, é importante que a mulher procure orientação de um ginecologista.

Tratamentos para menstruação desregulada

Para tratar as irregularidades menstruais é preciso diagnosticar as causas, pois é necessário tratar o problema que está ocasionando esse desregulamento. Para isso, a mulher deve estar sempre atenta ao seu ciclo menstrual e ao perceber algumas alterações, deve procurar ajuda médica.

  • Procure um ginecologista se você notar que sua menstruação está acontecendo em intervalos menores de 21 dias ou maiores do que 35 dias;
  • Verifique se o fluxo de sangramento está igual ou com mais intensidade;
  • Se estiver sangrando por mais de 7 dias;
  • Se tem mais cólicas e dores abdominais do que de costume;
  • Se a menstruação falha mais de duas vezes por ano, ou seja, se em algum ciclo, ela não desce.

Mediante as informações colhidas pelo médico, serão solicitados alguns exames hormonais, papanicolau, ultrasson pélvico e exames de sangue completo. Depois disso, é possível ter um diagnóstico preciso do problema e aplicar tratamentos que podem variar entre a ingestão de medicamentos para tratar a condição de saúde que está causando isso ou alteração no estilo de vida com mudança de hábitos alimentares e exercícios físicos.

Chances de Engravidar

O cálculo do período fértil fica comprometido quando a menstruação é muito desregulada, no entanto, se a mulher quer evitar a gravidez deve se prevenir com mais afinco, uma vez que o método da tabelinha pode falhar. O ideal é usar preservativo ou outra forma contraceptiva.

Para as mulheres que desejam engravidar, é preciso ficar de olho para garantir o contato íntimo no período da ovulação. Isso, é possível com muita dedicação na verificação da temperatura basal e o cálculo aproximado do calendário menstrual.

A menstruação desregulada não afeta a fertilidade da mulher, somente pode alterar os dias da ovulação. Informe o seu médico da sua decisão e faça todos os exames necessários antes de engravidar.

Em caso de menstruação desregulada ou não, a mulher deve manter as visitas ao ginecologista em dia, é indicado fazer exames preventivos todos os anos para assegurar uma boa saúde e prevenir condições mais graves.

 

Fontes: 1

Outros Assuntos:

[pt_view id="3d29484fdi"]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


cinco × 2 =