Muco cervical – Tipos, Fertilidade, Corrimento e O que é Muco?

muco-cervical

O muco cervical é um líquido produzido pelo útero, a função dessa secreção é lubrificar, proteger a região das bactérias provenientes dos órgãos genitais femininos e também ajudar que o espermatozoide chegue até o útero na ovulação da mulher.

Ao contrário do que muitas mulheres pensam, o muco cervical não é um problema de saúde, ou seja, não pode ser classificado como um corrimento. É uma secreção produzida pela influência dos hormônios e está presente no organismo da mulher em todo o ciclo, mas em cada fase, ele assume aspectos diferenciados.

Nesse artigo, você vai saber mais sobre o muco cervical, quais são as causas e os tipos. Continue lendo…

Quais as causas do muco cervical?

O muco cervical é formado por diversas células que revestem o útero, na realidade, a sua principal função é lubrificar o canal cervical, proteger o útero e indicar quando a mulher está ovulando. Quando chega perto do período fértil, esse líquido fica menos espesso para ajudar o espermatozóide a encontrar o óvulo.

Conforme dito acima, o muco cervical é uma secreção natural do corpo, no entanto, ele não é igual em todas as fases do mês. O que faz ele se alterar é a ação do estrogênio e da progesterona durante cada etapa do ciclo menstrual.

Algumas mulheres utilizam essa informação como anticoncepcional natural, esse método é chamado de Billings que funciona através da avaliação dos diferentes tipos do muco cervical.

Tipos de  muco cervical

Se a mulher prestar atenção, é possível identificar as diferentes fases do ciclo menstrual através do muco cervical. Pode-se  avaliar limpando a região vaginal com papel higiênico, em alguns casos, o muco é discreto sendo possível vê-lo apenas introduzindo o dedo em direção ao útero.

A mulher não precisa ter aversão a isso, é uma naturalidade do corpo feminino. Além disso, pode dizer muito sobre o ciclo menstrual. Saiba como identificar:

Muco cervical na ovulação

Todo o começo de ciclo menstrual a mulher menstrua, depois desse período, a vagina não tem muita secreção, ou seja, a mulher se sente mais seca. Alguns dias depois, é possível perceber uma secreção opaca grudenta e cremosa na calcinha ou no papel higiênico. Nessa fase, nem sempre é perceptível ao olho nu, mas não é possível engravidar.

Quando a mulher está próximo dos dias de ovular, o muco cervical começa a ficar transparente, tipo uma gelatina incolor clara de ovo, ela é elástica e pode ser percebida com mais facilidade em algumas mulheres. Essa fase indica o período fértil, pois esse líquido favorece a formação do bebê, já que essa secreção ajuda no deslocamento dos espermatozoides até o útero.

Assim que terminar essa secreção gelatinosa, é a véspera do período mais fértil da mulher. Algumas utilizam esse momento para engravidar, outras para evitar. Podem ser sentidos outros sintomas para identificar se houve ovulação, como: Elevação da temperatura basal do corpo 2 dias antes e também a modificação do colo do útero que pode estar mais aberto e com a textura macia.

Em casos isolados, durante a ovulação é possível que ocorram fios de sangue juntamente com o muco transparente, mas, isso não significa nenhum problema, apenas indica a fertilidade da mulher.

Isso acontece devido o aumento rápido do hormônio luteinizante responsável por  romper o folículo ovariano para seguir em direção as trompas do falópio.

Para as mulheres que desejam engravidar, é indicado ter relações sexuais antes do dia exato da ovulação, já que o espermatozoide sobrevive durante 5 dias dentro do corpo feminino. Ou seja, assim que perceber o muco cervical transparente, gelatinoso e elástico, é hora de ter relações sexuais.

corrimento

Muco cervical na gravidez

Muitas mulheres percebem a mudança na secreção vaginal quando engravidam, é um dos primeiros sinais que indicam a gravidez. O muco cervical fica grosso e esbranquiçado por causa das mudanças hormonais.

Essa secreção tem uma grande utilidade, pois ela cria uma barreira no útero para impedir que as bactérias cheguem ao útero e causem muitas complicações para a gestação.

Muco cervical antes da menstruação

Logo após o período fértil, o organismo começa a produzir uma secreção branca pastosa ( tipo hidratante) que vai até o início da próxima da menstruação. É totalmente normal, é uma conseqüência das mudanças hormonais, ele não significa fertilidade, ou seja, nesse período, não há riscos de gravidez.

Diferença entre muco cervical e corrimento

Algumas mulheres confundem as duas coisas, o muco cervical é um fenômeno natural do organismo da mulher, que apenas representa fases diferentes no ciclo menstrual. Já o corrimento pode demonstrar problemas de saúde como vaginites, candidíase e doenças sexualmente transmissíveis.

Geralmente o corrimento vaginal acompanha outros sintomas como coceiras, ardência, mau cheiro, ardor ao urinar, secreção muito abundante e até mesmo dores nos órgãos genitais. Nesse caso, é importante que a mulher busque ajuda de um ginecologista para fazer todos os exames necessários e começar o tratamento.

É importante que a mulher tenha muito cuidado com a região íntima. Para isso, utilize roupas que ventilem a vagina, não muito apertadas, calcinhas de algodão e evite usar protetor de calcinha diário quando não estiver no período menstrual,  pois eles impedem a ventilação, abafam a entrada da vagina e podem causar fungos e bactérias, já que eles adoram ambientes úmidos.

Saiba identificar o muco cervical do corrimento e tenha uma saúde íntima plena, além de saber exatamente quando é possível engravidar. Nem todas as mulheres conseguem identificar o aspecto das secreções facilmente, mas se observar atentamente, com certeza é possível aprender a entender o próprio corpo.

Imagens-   www.tuasaude.com        

Outros Assuntos:

[pt_view id="3d29484fdi"]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


18 − doze =