Pílula Anticoncepcional – Como Tomar, Qual o melhor?

pilula-anticoncepcional

 

A pílula anticoncepcional é o método mais utilizado do mundo. É estimado que 79% das mulheres utilizam alguma forma de contracepção, sendo que cerca de 30% optam pela pílula.

Mas, será que todas as mulheres ingerem a pílula anticoncepcional de forma correta? É o que vamos falar nesse artigo. Continue lendo e saiba como funciona esse método, erros ao tomar pílula e como tomar a pílula anticoncepcional adequadamente.

Como funciona a pílula anticoncepcional

A pílula possui 99% de eficácia quando ingerida de forma correta. No entanto, foi constatado através de estudos que mais de metade das mulheres que utilizam esse método esquecem pelo menos 1 pílula a cada ciclo, por isso, a eficácia fica reduzida e ocorre a gravidez.

As pílulas anticoncepcionais possuem diferentes mecanismos de ação, entre eles a modificação do muco cervical para impedir a passagem do espermatozóide e a inibição da ovulação.

Existem diversos tipos de pílulas contraceptivas no mercado que são classificadas como anticoncepcionais monofásicos, multifásica e mini pílula. Confira:

  • Monofásica – Contém estrogênio e progesterona na mesma dosagem, ou seja todos os comprimidos de todos os dias são iguais;
  • Multifásica – Tem uma combinação diferente de hormônios em cada pílula, geralmente se diferenciam em cada fase do ciclo;
  • Minipílula – Só tem progesterona em sua composição. Indicada para lactantes, deve ser ingerida continuamente, sem pausas;

Como tomar a pílula anticoncepcional corretamente

Quando a mulher decide por um método contraceptivo, é indicado procurar uma avaliação médica para saber se a saúde está em dia. Além disso, é importante ler a bula, pois a forma de ingestão correta está descrita de forma minuciosa.

No geral, as orientações de como tomar pílula anticoncepcional são as seguintes:

Iniciando a pílula anticoncepcional

Quando a mulher não utilizou nenhum método hormonal no mês anterior, é indicado tomar a primeira pílula no 1º primeiro dia da menstruação. A partir disso, continuar ingerindo todos os dias, sempre no mesmo horário até completar o ciclo.

Se a pílula for de 21 dias, deve-se fazer uma pausa de 7 dias para acontecer o sangramento por privação hormonal. No 8º dia deve ser iniciada uma nova cartela, mesmo se o sangramento ainda estiver ocorrendo.

Nas pílulas de 24 comprimidos, a pausa é somente de 4 dias. No 5º é iniciada uma nova cartela. No entanto, os demais procedimentos são os mesmos acima.

Nas pílulas contínuas, como é o caso das mini pílulas, não há pausas. A cartela é iniciada sempre uma após a outra.

Melhor horário para tomar a pílula anticoncepcional

A mulher tem liberdade de escolher qual é o melhor horário para ingerir a pílula. Algumas preferem logo de manhã quando acordam, outras a noite, na hora de dormir. É importante escolher uma hora em que seja mais fácil de lembrar, ou próximo de ingestão de outro medicamento, caso a mulher faça uso.

Algumas dicas podem ajudar a mulher jamais esquecer, como:

  • Se tomar logo pela manhã, deixe a pílula próxima de alguma coisa que você pega todos os dias ( melhor ingerir depois do café da manhã para não causar mal estar);
  • Se optar pela noite, deixe em sua cabeceira da cama;
  • Coloque um despertador no celular, computador ou na geladeira fixamente;

5 erros de como tomar pílula anticoncepcional

Desde o lançamento das pílulas em 1960 já foram colocadas no mercado inúmeras marcas. Algumas que prometem não engordar outras tratar acnes, espinhas e melhorar o aspecto dos cabelos.

As mulheres ficam eufóricas com todas essas  possibilidades, por isso, cometem muitos erros. Muitas vezes não sabem como tomar a pílula anticoncepcional e mesmo assim se auto medicam levando em conta as dicas de uma amiga, vizinha ou da internet.

Esse é um grande risco, mediante todos os tipos de combinações de hormônios, é preciso escolher a pílula adequada para cada organismo. Além dos efeitos colaterais, nem todas as mulheres podem ingerir medicamentos à base de hormônios.

Por isso, separados alguns erros mais comuns de como tomar pílula anticoncepcional de forma errada. Confira:

1- Não tomar a pílula anticoncepcional no mesmo horário

Um dia toma pela manhã, outro dia a tarde ou a noite. Muitas mulheres não tem uma linearidade  e esse pode ser um grande problema na redução da eficácia do medicamento.

Não tem problema se o atraso for de poucas horas, no entanto, se passar de 12 horas, a mulher já está na zona de risco e dependendo da pílula que ela toma e da fase do ciclo, isso pode incidir em boas chances de gravidez.

Alguns médicos ainda dizem que as pílulas modernas possuem uma tolerância menor, então, não tem outro jeito, a mulher deve se adaptar as orientações da bula. Caso não consiga, talvez seja a hora de trocar de método contraceptivo.

2- Esquecimentos de um ou mais comprimidos

Para algumas mulheres, é rotina esquecer de tomar um comprimido por mês, algumas até mais. Nesse caso, a eficácia é muito reduzida, por isso, é importante ler a bula e seguir todas as orientações.

3- Interações medicamentosas

A bula fala sobre isso, mas, muitas mulheres não lêem. Alguns medicamentos como antibióticos, anticonvulsivantes, antivirais e até naturais com Erva de São João podem reduzir a eficácia da pílula.

Consulte a lista completa de medicamentos na bula ou na central de atendimento do laboratório da pílula. Na dúvida, procure um  médico.

4- Emendar cartelas sem orientação médica

Diante de eventos sociais algumas mulheres emendam uma cartela na outra. Geralmente, não há problema quando se trata das pílulas mais modernas, mas as mais antigas possuem alta dosagem hormonal e pode causar alguns desconfortos.

É importante saber o que está fazendo, antes disso, leia e se informe para não errar.

5- Problemas gastrointestinais

Vômitos e diarreias até 4 horas após a ingestão da pílula pode interferir na sua absorção no organismo, dessa forma, é como se não tivesse tomado. É indicado ingerir outra pílula ( cartela nova), porém, se o problema persistir ao longo do dia, a mulher deve procurar ajuda médica e usar um método de barreira como garantia.

É uma responsabilidade ingerir a pílula todos os dias, se a mulher não sabe como tomar a pílula anticoncepcional é importante ler a bula e procurar orientação de um ginecologista. Caso, não consiga seguir o tratamento, é melhor optar por outros métodos contraceptivos.

Imagens-   m.megacurioso.com.br     

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


20 − 13 =