Tabela Menstrual – Período Fértil, Riscos, Calculadora – Como Funciona

tabela-menstrual

O método da tabela menstrual é um anticoncepcional natural muito utilizado em todo o mundo, ele demonstra muita eficiência quando o cálculo é feito de maneira precisa. No entanto, muitas mulheres ainda não sabem quando será sua próxima menstruação, pode-se dizer que é um exercício de autoconhecimento, onde é preciso estar atenta as mudanças no organismo.

Nesse artigo, vamos abordar sobre a tabela menstrual, seus riscos, benefícios e como identificar os picos de ovulação. Continue lendo…

Riscos da tabela menstrual

Por muitos anos esse método foi utilizado pelas mulheres, embora haja bastante risco de engravidar, para algumas deu muito certo. Isso, vai depender de diversos fatores como: Empenho em conhecer o próprio organismo, atenção no cálculo do período fértil e alguns fatores clínicos como o grau de regularização do ciclo menstrual.

Mulheres que possuem distúrbios no ciclo menstrual tem mais dificuldades na identificação do seu período fértil, por isso, há mais chances de falhas já que não é possível identificar os dias exatos da ovulação.

Benefícios da tabela menstrual

Como o método exige disciplina a mulher exercita o autoconhecimento do seu organismo, isso, permite que ela saiba exatamente quando está ovulando e corre mais riscos de engravidar. No começo, pode ser muito difícil ter esse controle, mas com o passar do tempo, se torna uma coisa rotineira e simples, basta determinação.

1- Eliminação de métodos hormonais

Uma das maiores vantagens da tabela menstrual é a eliminação de métodos hormonais, que são muito conhecidos por oferecer inúmeros riscos a saúde da mulher a curto e a longo prazo.

2- Caso a mulher tenha ciclo regulado

É claro, que se a mulher tiver um ciclo regulado e força de vontade de acompanhar o seu período fértil, ela pode se dar muito bem com a tabelinha. Mas, primeiramente, ela precisa aprender como funciona e também utilizar de maneira responsável.

Todos os métodos contraceptivos exigem algo da mulher, a pílula mesmo, não pode ser esquecida se não os riscos de engravidar aumentam. Embora, a facilidade e comodidade de ingerir medicamentos pode parecer a melhor escolha, os riscos para a saúde são eminentes.

É sempre bom lembrar que a decisão do método contraceptivo é totalmente da mulher, ela deve escolher o que achar melhor para a sua saúde. O papel do médico é apenas dar um suporte nos ensinamentos, avaliação e realização de exames.

Entenda a tabela menstrual – Período fértil

A maioria das mulheres não conhecem o próprio organismo, e na tabela menstrual é preciso exercitar mais o autoconhecimento, por isso, é preciso saber responder 3 perguntas básicas, que são:

1- Qual foi a data inicial da sua última menstruação?

2- Quantos dias durou a sua menstruação?

3- Qual é a duração do seu ciclo? (Dura em média de 25 a 35 dias) quando menores ou maiores, podem indicar problemas hormonais). Procure orientação de um ginecologista.

Se a mulher souber responder essas perguntas, ela já sabe se o ciclo é regular ou não. O método da tabela menstrual não é muito eficiente para ciclos desregulares, é precisa redobrar a atenção.

A partir do conhecimento do seu ciclo menstrual, temos a seguinte informação.

  • No primeiro dia da menstruação, começa o ciclo menstrual (dia 1);
  • Lá pelo 7º dia, o ovo começa a ser preparado para ser fertilizado pelo espermatozóide;
  • Entre o 7º dia até 11º, o útero passa a ter um revestimento espesso, para que o ovo seja implantado nele;
  • No 14º dia (digamos em um ciclo de 28 dias), os hormônios liberam o ovo para ir até o útero e lá ele fica esperando o espermatozóide para fecundar;
  • No 25º dia, os hormônios sofrem uma alteração, se o ovo não foi fecundado a camada que reveste o útero será eliminada através da menstruação, incluindo o ovo;

Nesse exemplo, foi citado a tabela menstrual de um ciclo de 28 dias, no entanto, em algumas mulheres esse ciclo pode sofrer uma variação de um mês para o outro, por isso, é preciso fazer um teste de 6 a 12 meses para conhecer o seu ciclo.

Como calcular o seu período fértil

Se a mulher possui um ciclo menstrual regular de 28 e 30 dias, o período fértil fica entre o 11º até o 16º dia do ciclo.

 

tabela-menstrual

 

No entanto, se a mulher ainda não sabe se o seu ciclo é regular, é necessário iniciar o processo de autoconhecimento. Vamos ao exemplo prático: Depois de avaliar em 6 a 12 meses o seu período fértil, pegue o seu ciclo mais curto e subtraia 18 desse número, por exemplo, se o seu ciclo mais curto foi de 25 dias – 18 = O seu período fértil começou dia 7.

Para avaliar o último dia do período fértil, diminua o período mais longos dos 6 a 12 meses de avaliação por 11, digamos que o mais longo foi 30 dias – 11 = 19. Então, do dia 7 ao 19 é seu período fértil, onde há mais chances de engravidar e são necessários se precaver com algum método de barreira.

Essa, é uma estimativa prolongada para iniciar o controle da tabela menstrual, depois que a mulher tiver domínio do funcionamento do organismo, ela poderá usar calculadoras online, anotações no calendário ou aplicativos que ajudem a lembrar.

Em uma mulher com ciclo regular de 28 dias, o período fértil dura entre 6 e 7 dias, geralmente, na tabelinha, são usados alguns dia antes e depois de margem de segurança levando em conta a média do ciclo menstrual dos últimos meses.

Cuidado com ciclos muito desregulados. Por isso, antes de iniciar o método da tabela menstrual, monitore o seu período menstrual de 6 a 12 meses. Para mulheres com ciclo menstrual regular, é mais fácil a aplicação da tabelinha. Dedique tempo para conhecer melhor o seu organismo.

Calculadora Menstrual

Caso queira calcular de uma maneira rápida e prática, clique aqui.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*


18 + 3 =